Site oficial de Aníbal Reis Costa

anibalreiscosta2@gmail.com

Correio Alentejo

Correio Alentejo - jornal mensal do Baixo Alentejo
  1. Água: Investimento de 7,4 milhões no concelho de Beja
    Estão a decorrer no concelho de Beja duas obras para melhorar o abastecimento público de água, num investimento total avaliado em 7,4 milhões de euros. A empreitada tem financiamento comunitário através do PO SEUR e é promovida pela empresa Águas Públicas do Alentejo (AgdA). De acordo com a Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja, que faz parte da parceria que junta o Estado aos municípios na AgdA, o investimento em curso contempla duas empreitadas: a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) da Magra, que fará abastecimento de água a Beja, Salvada, Quintos, Cabeça Gorda e Baleizão, e o novo sistema adutor, com uma extensão de 38 quilómetros. “Esta empreitada inclui a construção de uma ETA de última geração, preparada para recorrer às melhores tecnologias disponíveis para o efeito”, explica a EMAS, adiantando que o sistema “contempla o reforço de água a Beja com ligação ao reservatório da Atalaia, principal reserva de água da cidade, onde se juntará às condutas provenientes das captações subterrâneas existentes em torno da cidade e à conduta adutora que vem da barragem do Roxo”. A nova ETA contará ainda com mais duas linhas de abastecimento independentes, num total de 38 quilómetros de extensão, “que conduzirão a água ao reservatório já existente de Baleizão e ao novo reservatório de Salvada, que permitirá o abastecimento gravítico a Cabeça Gorda e Quintos”.
  2. Governo aprova novas medidas contra seca
    O Ministério da Agricultura decidiu não penalizar, no âmbito das candidaturas ao Pedido Único 2018, os agricultores que na campanha de 2018 não tenham cumprido integralmente as regras de condicionalidade relativas à norma da cobertura da parcela durante o período Outono-Invernal devidi à seca. De acordo com o Ministério liderado por Capoulas Santos, “esta situação terá igual tratamento ao adoptado na campanha anterior, considerando a excepcionalidade da situação e a dificuldade da realização de sementeiras”. Relativamente ao cumprimento dos compromissos decorrentes de todas as medidas agro-ambientais, o ministro decidiu isentar de penalizações os agricultores que tenham visto o seu efectivo animal reduzido, na sequência da situação de seca que o país atravessa. “Nesta situação, considerar-se-á não haver quebra de compromisso, evitando-se a recuperação de apoios anteriormente recebidos”, explica fonte do Ministério da Agricultura. A mesma fonte adianta ainda que Capoulas Santos decidiu igualmente adaptar a legislação para efeitos da campanha de 2019, “para que os agricultores afectados pela seca e pelos incêndios possam retomar os níveis iniciais de compromisso”. Finalmente, o ministro solicitou à Comissão Europeia autorização para que os agricultores possam utilizar as áreas interditas no âmbito do greening para pastoreio, “tendo em vista a minimização da escassez de alimentação animal, sem que sejam prejudicados nos apoios directos”.
  3. Jogadora do Castrense na Selecção de sub-17
    A jovem Ana Arranhado, guarda-redes da equipa feminina do FC Castrense, é uma das convocadas para o estágio de oito dias da Selecção Nacional de futebol feminino de sub-17, que vai decorrer entre Lisboa e o Algarve. A “equipa das quinas” concentra-se na quinta-feira, 22, na Cidade do Futebol, em Oeiras, realizando depois duas partidas de preparação com a congénere da Finlândia: primeiro a 27 de Fevereiro no Estádio do Algarve (Faro) e depois a 1 de Março no Municipal de Portimão. Os dois encontros servirão de teste para a Ronda de Elite de acesso à fase final do Euro 2018, que se disputa na Lituânia. Portugal vai defrontar nessa fase a Holanda, Bélgica e Roménia no Grupo 1, em partidas marcadas para a Holanda, entre os dias 23 e 29 de Março.
  4. Câmara de Odemira premiada pela ERSAR
    A Câmara de Odemira foi uma das 117 entidades gestoras distinguidas nos "Prémios e Selos de Qualidade dos Serviços de Águas e Resíduos/ ERSAR 2017", que premiou a qualidade exemplar de água para consumo humano no concelho em 2017. Fonte municipal adianta que foram atribuídos selos de qualidade para os serviços de águas nas categorias de abastecimento público de água (em alta e em baixa), saneamento de águas residuais urbanas ao consumidor (serviço em baixa) e selos de qualidade exemplar de água para consumo humano, tendo por base os dados e indicadores de qualidade de serviço relativos a 2016. Estes prémios são uma iniciativa da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), organizada em parceria com o jornal “Água&Ambiente”.
  5. Água do Alqueva chega ao Monte da Rocha em 2021
    A água da albufeira do Alqueva vai chegar à barragem do Monte da Rocha, no concelho de Ourique, em 2021, garantiu no passado sábado, 17 de Fevereiro, o ministro do Ambiente. A garantia de João Matos Fernandes foi deixada em Beja, durante a assinatura do acordo de parceria entre a EDIA e o grupo Águas de Portugal, numa cerimónia onde também marcou presença o ministro da Agricultura, Capoulas Santos. Os protocolos assinados entre as duas empresas visam reforçar o abastecimento público no Alentejo, possibilitando, entre outros investimentos, a chegada da água do Alqueva ao Monte da Rocha (através da ligação à albufeira do Roxo), beneficiando o abastecimento público dos concelhos de Castro Verde e Ourique, e ao complexo industrial de Sines. “É um investimento muito importante, onde dois ministérios e duas empresas de grande dimensão e capacidade técnica, dependentes desses ministérios, se colocam em conjunto a resolver um problema com vantagens para ambas”, observou com satisfação Matos Fernandes. Já o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, sublinhou que a concretização destes investimentos são a prova que Alqueva é um empreendimento de “capacidade múltipla” que vai além da agricultura.