Assinatura do Protocolo para a Construção do Posto da GNR

Exmos. Srs.
Secretário de Estado da Administração Interna
Governador Civil
Major-General da GNR
Director Geral
Senhoras e Senhores Convidados

É com grande satisfação que estamos aqui hoje, neste dia especial para o nosso Concelho, onde vamos dar início ao processo de construção de mais uma importante infra-estrutura.
Ferreira do Alentejo, pelas suas características únicas na região, centralidade geográfica, investimentos privados relevantes, e importância populacional, merece, sem qualquer dúvida, que se tenha olhado de forma privilegiada para a resolução da carência de um equipamento desta natureza.


Em boa hora, depois das diligências desenvolvidas pela Câmara Municipal, o Governo manifestou a necessária atenção e, de forma responsável, assumiu o seu papel e função, de forma a garantir a segurança de pessoas e bens no Concelho de Ferreira do Alentejo.
O ante-projecto do novo posto da GNR, apenas do conhecimento da Câmara Municipal, demonstra bem a grande vontade em dotar o nosso território municipal de um equipamento que servirá da melhor forma as forças de segurança nele instalados e que constitui um motivo de orgulho para todos os ferreirenses, que desejam, cada vez mais, o melhor para a sua terra.
Não obstante estamos numa era onde, de forma crescente, as preocupações sociais, económicas e culturais assumem papel de maior relevância, não é menos certo que projectos como este dignificam a nossa forma de vida e conferem maior vontade de aqui estar e viver.
Nesses termos, a par deste projecto do novo posto da GNR, a CMFA encontra-se igualmente envolvida no desenvolvimento de candidatura ao QREN para a ampliação do quartel dos bombeiros voluntários de Ferreira do Alentejo, tendo concedido todo o apoio técnico necessário e assumindo uma comparticipação dos custos da construção. Também nos encontramos a desenvolver um projecto técnico do novo edifício dos Paços do Concelho, que irá contar, na sua elaboração por empresa especializada, com a participação directa de funcionários da Câmara Municipal, e que constitui, per si, um marco histórico da maior importância.
Assim, com diligências tomadas e candidaturas aprovadas podemos ter a fortuna de, já no próximo ano, termos em obra estes três importantes e modernos equipamentos – Novos Paços do Concelho,
Novo Posto da GNR e Ampliação do Quartel dos Bombeiros Voluntários.

Minhas Senhoras e Meus Senhoras

É, pois com redobrada motivação e satisfação que estamos aqui hoje numa cerimónia de grande significado, no dia mais importante para o nosso Município.
Sentimos que Ferreira do Alentejo pode ter um grande papel à escala regional e mesmo nacional. Para isso trabalhamos todos os dias com rigor e empenhamento, desenvolvendo uma actividade municipal, onde cresce a necessidade em gerir e administrar da melhor forma os nossos escassos recursos.
A exigência que nos é, muito legitimamente, feita pelos nossos Munícipes, deverá ser sempre o nosso principal objectivo.
A crescente importância do Concelho pelo facto de ser principal beneficiário de grandes investimentos públicos previstos e realizados (Alqueva, Aeroporto de Beja, Porto de Sines e Auto-Estrada do Baixo Alentejo) que em boa hora a Administração Central assumiu como prioritários e concretizáveis, dá-nos, seguramente, maior responsabilidade que esperamos honrar da melhor forma.
As grandes dificuldades sentidas um pouco por todo o país e pelo Mundo, não são tão sentidas no Concelho, em virtude de estarmos numa fase de expansão económica, mercê das condições aqui criadas. e que tem permitido um autêntico record de investimento público realizado. Não obstante esta situação de privilégio, devemos ter presentes que só com grande dinâmica da nossa actividade podemos continuar a ter soluções para os tempos difíceis.
O que aqui vimos fazer hoje é também um contributo para a nossa afirmação e o aumento do nosso sentimento de comunidade.
Depois de muitos (demasiados) anos de estagnação, ausência de investimento privado e público, eis que nos surgem várias oportunidades para enveredar pelo caminho de um desenvolvimento, agora já passível de ser sustentado, que confira, ao fim ao cabo, idênticas possibilidades a outros territórios.
É isso que simbolicamente gostaríamos de destacar aqui hoje e da enorme importância, que pequenos passos como este, têm para o nosso território e para as nossas pessoas.

Muito Obrigado.